Resenha: Corrida infernal

corrida infernalTítulo: Corrida infernal – Série Vaga-Lume

Autor: Marcos Rey

Sinopse: No metrô de São Paulo, uma desconhecida entrega Maitê a Elaine. Trata-se de uma boneca encantadora e a menina ficou fascinada. Mas é aí que começam seus problemas. Elaine passa a ser seguida por uma perigosa quadrilha, comandada pelo diabólico Bóris. Para escapar desse bando satânico, Elaine e Vítor, seu namorado, vão ter que enfrentar uma corrida verdadeiramente infernal.

Elaine foi vender uma pulseira e na volta ao pegar o trem uma moça senta-se ao seu lado muito inquieta com uma boneca Maitê nas mãos. A moça pergunta onde Elaine morava e deixa a Maitê com ela descendo as presas.

Ao chegar em casa, Elaine conta o ocorrido á sua avó e entrega o dinheiro da pulseira, porém seu namorado Vitor, que não ouve a história, fica enciumada, pensando que Elaine havia ganho a boneca de algum conquistador. Para evitar encrenca,  a moça dá a boneca de presenta para Gabi, uma menina cuja família iria se mudar para favela devido as enormes perdas financeiras.

Vitor aborrecido pela injustiça que fez com sua namorada ao julgar precipitado, decide presenteá-la com uma nova boneca Maitê. E é aí que o circo pega fogo!

SPOILLER!

A garota do trem procura por Elaine para pegar sua boneca de volta, porém a boneca não é mais a mesma que ela havia deixado. Ao abrir a boneca, a garota que pertencente a uma perigosa quadrilha não encontra o objeto de grande valor que haviam escondido.

Assim que descobrem que havia algo muito valioso escondido dentro da boneca que haviam dado a Gabi, Elaine e Vitor, saem a procura da menina para pegar a boneca de volta, porém a boneca não está mais com a menina. Agora eles precisam recuperar a boneca e se livrar da quadrilha que está perseguindo-os afim de retomar a posse do objeto valioso.

Fonte: imagem

lena rico

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

2 comentários sobre “Resenha: Corrida infernal

Deixe uma resposta