Resenha: Dores e Amores


Livros Nacionais / quarta-feira, junho 12th, 2013

Capa Dores e Amores

Título: Dores e Amores

Autora: Danielle Medeiros de Souza

Sinopse: O livro Dores e Amores reúne 42 poemas escritos entre 1998 e 2001. Poemas que falam de amor e de sentimentos despertados por ele, como alegria, tristeza, medo, angústia e euforia.

Dores e Amores é um livro de poema escritos por Danielle Medeiros entre 1998 e 2001, e reunindo 42 poemas que falam de forma meiga, doce e reflexiva, sobre um sentimento puro que se abriga no “peito” de muita gente – o amor.

Danielle escreve de uma maneira encantadora, abordando assuntos referentes ao amor, como: tempo, dor, felicidade, entre outros. Qualquer pessoa, mesmos aquelas que não são acostumada a ler, vai adorar os seus versos, pois estão escritos de forma clara e simples.

Os poemas falam sobre o entusiasmo que sentimos ao amar, sobre a alegria de poder ver a pessoa amada ou apenas de estar pensando nela. Também cita as dores e as noites sombrias que machucam o coração do amante não correspondido. Mostra como tudo se torna perfeito aos olhos de quem ama… Questiona se o ser amado realmente pensa em nós como pensamos nele… Reflete sobre esse sentimento tão profundo que as vezes temos vergonha de admitir, que as vezes nos machuca, mas que é a plataforma para a “Terra da Felicidade”.

O poema ainda mostra que o tempo passa e que algumas vezes precisaremos reescrever nossa história de amor, até que encontremos o verdadeiro, aquele onde há a reciprocidade, carinho, afeto e a atenção oferecido um ao outro na mesma intensidade.

Enfim, recomendamos especialmente para garotas meigas, românticas, apaixonadas em geral e até mesmo as sofredoras. É definitivamente um bom presente, pois o livro consegue ler o que está no coração do leitor – ou o que um dia já esteve.

Vou citar aqui o nome dos poemas de Dores e Amores que eu mais gostei: “Amar é…”, “Nossa vida”, “Horas de felicidade”, “Queria ser”, “Fantasmas”, “Chorar demais” e “É você quem me faz feliz”. –

Os poemas são muito bons, mas vou citar alguns de que gostei: ‘Tempo Certo’, ‘Amar é…’, ‘Nossa Vida’, ‘Um Véu Negro e Sombrio’, ‘Chorar demais’, ‘Era pouco o tempo’, ‘Pensamento Distante’ e ‘Amor verdadeiro’. 

Veja, logo abaixo, a capa aberta do livro (clique na imagem para ampliar), um poema escolhido por ambas para dar uma pequena amostra desta linda obra, além de alguns dados do livro.

 Capa completa Dores e Amores

AMAR É…

04/04/2000

Saber que o amor não é um jogo
Apesar de que, às vezes,
Temos que jogar nosso orgulho de lado
Jogar fora a nossa paz, Quietação, alegria;
E até jogar com a sorte.
Saber que é errando e perdendo
Que se aprende
E saber que
Se ainda erramos e perdemos,
É por que ainda não aprendemos
O que é o verdadeiro amor.
Saber a hora de começar e de parar
De falar e de calar
De agir e de esperar
De sair e de ficar.
Saber ser sensível e dura,
Princesa e fera
Alegre e séria Lúcida e cega.
Saber compreender que o amor
É uma mistura de sentimentos
E de sensações;
Que é impossível de ser comandado
E escolhido;
Que é preciso ser forte
Para suportar as alegrias;
E tristezas
Que proporciona
E saber que é esse sentimento
Que dá sentido as nossas vidas.
 

Encontre Dores e Amores:

Fonte: imagens enviada pelo autor do livro.

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

2 Replies to “Resenha: Dores e Amores”

  1. Lena e Ana, quero agradecer pelo carinho e apoio ao divulgar minha obra, especialmente em um post de Dia dos namorados tão lindo como esse.
    Eu simplesmente amei a resenha, e amei saber que gostaram do livro. Vocês sentiram e conseguiram passar a essência da obra.

    Beijo grande,

    Danielle Medeiros de Souza.

    1. Obrigada você, Dani, por nos enviar um exemplar de seu livro para que pudéssemos ler e compartilhar com nossos leitores a beleza de sua obra.
      Desejamos todo o sucesso para você.
      Beijinhos.

Deixe uma resposta