O lado bom da vida

Minha nossa, nem sei por onde começar!

Primeiro devo deixar que se você não leu o livro e nem viu o filme ainda, não leia este post. Pois ele é puramente SPOILLER.

Como vocês sabem, eu já havia lido o livro antes de assistir o filme baseado neste – e caso queiram, podem rever a resenha (que não contém spoiller) do  livro AQUI

Normalmente os filmes sempre deixam algo a desejar em relação aos livros, mas o filme O lado bom da vida, não só deixou a desejar, como decepcionou. Mudaram completamente a história. Utilizaram de alguns detalhes mais marcantes e modificaram o enredo em si.

oladobomdavidafilmeClaro que eu sei que os filmes desse tipo, apenas são baseados nos livros homônimos e não identicos, mas acontece que as mudanças foram muitas, para que vocês possam ter noção, mudaram até o nome de um dos personagens! Está bem, deixa eu explicar isso melhor:

No livro:

Pat sai do sanatório sem saber o porquê dele estar ali, deixando seu amigo Danny que ainda não estava curado.  Ficando um suspense em torno de qual seria o motivo para doença de Pat… Suspense, que é resolvido ao final do livro.

A mãe de Pat se chama Jeanie.

O pai de Pat, trabalha em casa e não quer falar com Pat, fica evitando-o praticamente a história toda e é um torcedor fanático e rude.

O irmão de Pat trabalha na Bolsa de Valores.

Ronnie está muito feliz com a esposa e sua filha. Não demonstra nenhuma preferência musical ou qualquer que seja.

Não há ninguém entrevistando a família.

Pat faz alguns comentários sobre seu amigo Danny com outros personagens. Porém, Danny só aparece duas vezes.

Na noite em que Pat a conhece, ele a leva para casa e ao contar sobre seu falecido marido, ela chora no ombro dele e sai correndo.

O pai de Pat é fanático pelos Eagles.

Tiffany conta a Pat que ela é ninfomaníaca.

Tiffany escreve as cartas se passando por Nikki, Pat acredita cegamente e continua a ser enganado por esta até quando esta decide contar a verdade.

Tiffany vai uma vez até a casa de Pat, de forma breve e quase não fala.

Tiffany cria a coreografia e treina junto com Pat.

Tiffany diz que Nikki iria ver a apresentação da dança, mas ela não vai.

Em todo o momento Tiffany acredita que vão conseguir ganhar a dança. Pat aceita de bom humor a dançar, pois isso o tornaria um homem melhor para Nikki.

Pat vê Nikki apenas de longe, quando pede para seu irmão levá-lo até a casa de Nikki para que ele possa falar com ela. Ao vê-la feliz com sua nova família, ele se dá por satisfeito e desiste de falar com ela.

O pai de Pat só fala com ele sobre os Eagles e apenas quando estes ganham o jogo.

Pat pede para que Tiffany o encontre na passarela do Knight’s Park, assim que ela chega ele questiona o porquê ela não compareceu em sua festa de aniversário e ela explica que Ronnie e a família de Pat não a deixaram ir. Após eles conversarem sobre o desfecho de suas vidas, ela entrega um presente – uma tabela de identificar nuvens.

Eles deitam de costas na neve gelada e identificam o tipo de nuvem que há no céu, mas Pat quer encontrar outros tipos, então Tiffany diz que esperariam até que as nuvens mudassem. Pat se aproxima dela e fica muito feliz, pois Nikki nunca faria isso por ele. Então ele diz que precisa de Tiffan e beija a testa dela. O livro acaba assim e em momento algum diz explicitamente que Pat e Tiffany se amam e ficam juntos.

Filme:

Pat sai do sanatório já sabendo de tudo. Ele sabe que sua esposa Nikki o traiu com o professor de história em sua própria casa, no chuveiro, enquanto ouviam a música do Kenny G., a música que foi tocada em seu casamento. Por isso ele sempre se torna violento ao ouvir esta música. Enfim, não há suspense nenhum, pois até os primeiros 15 minutos do filme todo o mistério já foi desvendado. E ele pede para sua mãe dar carona para Danny, contra gosto ela aceita, mas em seguida recebe um telefonema dos médicos avisando-na que Danny ainda não esta curado e precisa retornar. Sua mãe tenta para o carro, Pat puxa o volante para o outro lado, o carro fica desgovernado e eles quase batem em outro carro. Danny retorna ao sanatório.

A mãe de Pat se chama Dolores

O pai de Pat é dono de um restaurante e faz de tudo para falar com Pat, enquanto Pat não quer dar atenção a ele.

Um adolescente aparece duas vezes com uma câmera na mão tentando entrevistar a família sobre o estado mental de Pat. (O que na minha opinião, ficou super idiota.)

Danny está por todos os lugares, se intrometendo em tudo o que não foi chamado.

Na noite em que Pat conhece Tiffany, ele a leva para casa e ao contar sobre seu falecido marido, ela chora no ombro dele, dá um tapa na cara dele e sai correndo.

O pai de Pat é tão fanático pelo Eagles a ponto de fazer apostas que podem deixar sua família em dificuldades financeiras.

O irmão de Pat, Jake, trabalha junto com o pai no restaurante.

Ronnie, está tendo problemas com a esposa e o bebê. E adora ouvir rock pesado.

Tiffany conta de uma forma bem vulgar que é viciada em sexo, se insinuando para Pat e ele se demonstra bem interessante pelos detalhes, inclusive questionando como eram as relações dela e se incluíam mulheres. Ele ainda diz que sua esposa Nikki ficava brava e achava-o pervertido quando ele falava sobre essas coisas.

Pat descobre que Tiffany está se passando por sua esposa desde de a primeira carta.

Tiffany vai a casa dele, convence o pai dele a aceitar uma segunda aposta, mesmo já tendo perdido a primeira. Após perder todo o lucro do restaurante, ele aposta o próprio restaurante – correndo o risco de perderem tudo se o Eagles não ganhar dos Cowboys e Pat e Tiffany não tirarem pelo menos 5 pontos na dança.

Pat é relutante com a dança e Tiffany não acredita que podem ganhar.

Danny, não sei como (mas ele sabe onde todo mundo mora!) vai até a casa de Tiffany e se intromete na coreografia, troca a música e inventa uns passos na coreografia, uns passos bem ousados, com umas gingadas e rebolados que me lembraram samba, mas que eu definitivamente não gostei.

A família toda de Pat mente que Nikki irá assistir a apresentação, mas Verônica e seu marido Ronnie realmente trazem ela ao salão de dança.

Pat caminha até a mesa onde Nikki está sentada assistindo a apresentação e cochicha algo com ela, que não é possível ouvirmos.

O pai de Pat apoia o filho para correr atrás de Tiffany antes que “perca” a moça para sempre e se arrependa.

Pat corre atrás de Tiffany, entrega uma carta a ela e pede que ela leia em voz alta, ela lê, era uma declaração de amor dele para com ela. Eles se beijam e aí já mostra cenas dela no colo de Pat na casa dos pais dele, todos felizes e tal, pois tinham ganho a aposta e era Natal. Acaba assim.

Bem, estás foram as principais mudanças do filme em relação ao livro, que me chamaram a atenção e que sinceramente não me agradaram. O filme não teve graça nenhuma, o clímax do filme foi desvendado nos primeiros 15 min. e o resto do filme ficou em torno de “Pat conseguirá voltar com Nikki ou ele cairá de amor por Tiffany?”. Tá certo que no livro também havia essa dúvida, mas havia coisas mais curiosas a desvendar sobre o personagem, como o por que  dele estar no hospício, por que ele ficava mal ao ouvir Kenny G. por que sua esposa Nikki não foi visitá-lo quando estava internado e enfim, coisas que o filme desvendou logo de início.

Já vi muitas pessoas dizendo que gostaram do filme, mas eu não gostei e não recomendo, achei bem fraquinho – tipo, o pior filme baseado em livro que eu já vi. Enfim, gosto é gosto, leia o livro, assista o filme e depois tire suas próprias conclusões… Aí sim, se querer, venha debatê-las aqui comigo.

Fonte: imagem

image10

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

Deixe uma resposta