Resenha: Para sempre

PARA SEMPRE

Título: Para Sempre

Autora: Kim e Krickitt Carpenter

Sinopse: “A vida de Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a “Krickitt” com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

Para sempre é uma história verdadeira sobre a reconstrução de um casamento depois de um evento traumático que poderia ter feito a maioria das outras pessoas desistir, mas que para eles foi a chance de um novo começo.”

O que dizer deste livro? bom eu perdi o costume de ler a sinopse dos livros que escolho para ler, prefiro  sentir o desejo de lê-lo ou apenas pela capa, título ou por alguma recomendação, e foi assim que escolhi Para Sempre, sabia da existência do filme homônino e desejava conhecer o livro para fazer resenha e crítica do mesmo.

Nas primeiras páginas do livro notei a semelhança de nomes entre os personagens e os autores e cogitei a hipótese de ser uma história verídica.

A história é contada por Kim (1º pessoa), que narra o momento em que conheceu Krickitt, através de uma ligação para uma loja de artigos esportivos, e posteriormente, todas as outras ligações e o avanço do relacionamento do casal, até o momento em que se casam e começam a construir uma vida a dois.

O que eles não esperavam era o acidente que ocorreria na primeira viagem deles, dois meses depois de casados, que colocaria o amor deles à prova. Krickitt ficou seriamente ferida, teve lesão cerebral, e todos a sua volta achavam que ela não sobreviveria à noite do acidente, Kim, desesperado, não via razão para continuar vivendo sem sua amada…

A fé dele e dos familiares fizeram com que continuassem fortes perante a tragédia e pouco a pouco Krickitt foi ficando cada vez melhor, até o ponto de estar pronta para fazer um tratamento de reabilitação.

Kim descobriu que sua amada estava com amnésia, depois que ela saiu do coma, deixando-a incapaz de se lembrar do 1 ano e meio antes do acidente, o tempo que ambos se conheceram, namoraram, noivaram e passaram a construir uma vida juntos, resumindo, Krickitt não se lembrava do marido, para ela Kim era apenas mais um estranho que auxiliava no seu tratamento.

Nas páginas seguintes Kim conta a luta que vivenciou durante o tratamento da sua amada, e a sua recuperação, já que ele também havia se machucado no acidente, e como foi doloroso para ele ser renegado pela mulher que amava.

Kim manteve sua fé, e o juramento que fez no dia do seu casamento o ajudou a superar as dificuldades, e ele acabou encontrando a resposta para fazer a relação dar certo: teria que reconquistar sua esposa, já que ela não se lembrava dele e era doloroso para ela acreditar que Kim era seu marido, sem ao menos conhecê-lo.

Uma história super fascinante que nos faz acreditar no amor, na fé e companherismo, acreditar que apesar de todos os momentos difícieis que a vida pode nos proporcionar se tivermos fé em Deus podemos superar qualquer coisa.

Certa vez comentei que gostava de livros que falavam do amor, e este aqui é um verdadeiro exemplo de superação e amor, super recomendado para todos, é uma ótima opção de presente, aaah e detalhe: chorei praticamente o livro todo.

No final quando minha hipótese de ser uma história verdadeira se constatou fui pesquisar um pouco mais. Abaixo você pode ver duas fotos do casal.

casamento Para Sempre    kim e krickitt carpenter

Fonte: capa, foto1, foto2
autora Ana Valentina

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

2 comentários sobre “Resenha: Para sempre

  1. A história do livro eh bem comovente heein
    E a resenha ficou excelente =D

    “Uma história super fascinante que nos faz acreditar no amor, na fé e companherismo, acreditar que apesar de todos os momentos difícieis que a vida pode nos proporcionar se tivermos fé em Deus podemos superar qualquer coisa.”
    – Ana Valentina

    hehe xD

    Meninas, eu venho acompanhando o blog há um tempinho e percebi uma grande evolução na escrita de vcs, principalmente nas resenhas que estão cada vez mais contagiantes. Vcs transcravem muito bem o sentimento de vcs ao lerem um livro e isso eh mto legal pra gent q acompanha vcs =)

    Aaaah estarei esperando mais posts de playlists e dicas, que também gostei bastant =)

    Parabéns pelo trabalho de vcs *-*

Deixe uma resposta