Resenha: Terra das sombras

Título: Terra das sombras – Os imortais

Autora: Alyson Noel

Sinopse: Ever e Damen atravessaram diversas vidas e enfrentaram os mais terríveis inimigos com um só objetivo: ficar eternamente juntos. E quando esse sonho está ao alcance das mãos, um poderoso feitiço cai sobre Damen. Agora, para ele, simplesmente tocá-la ou encostar os lábios nos dela significaria a morte, o exílio definitivo em uma terra de sombras. Desesperada por livrá-lo da maldição, Ever mergulha de corpo e alma na magia e encontra uma ajuda inesperada: um surfista chamado Jude. Apesar da profunda lealdade a Damen, é inevitável que ela se sinta atraída por esse garoto estranhamente familiar, de olhos verdes, dons mágicos e passado misterioso. Ever sempre acreditou que Damen fosse seu destino – mas e se o futuro tiver reservado outros planos? Com Jude cada vez mais próximo, pela primeira vez em séculos esse amor é posto a prova.

Agora que Ever possui toda a eternidade pela frente ao lado de seu noivo Damen, não pode viver sua lua-de-mel e está proibida a ama-lo da maneira que sempre quis graças ao feitiço de Roman.

Ever está começando a se habituar com seus novos poderes e os problemas dela, não se resumem apenas a isto. Além de precisar achar um antídoto para o feitiço de Roman, ainda tem de suportar a inaceitável relação de seu professor com sua tia e tutora, Sabine.  Precisa também encontrar um emprego, já que sua tia impôs que caso não encontrasse um, iria ser obrigada a trabalhar junto a ela. E como se não fosse o suficiente, as gêmeas Romy e Rayene ressurgem transformando seu noivo gostoso e super perfeito num super pai.

Sobreviver ao primeiro emprego, nunca é fácil, ainda mais se ele puder por em risco seu maior segredo e vier acompanhado por um lindo chefe que te faz estremecer sempre que seu olhos se encontram… O emprego que para Ever parece a melhor saída, pode ser ruim aos olhos de Damen que aliás, se demonstra tíbio, abdicando de seu estilo de vida ostentador e dando os créditos de seus fracassos na mãos do carma.

Em geral, o livro desenvolve de maneira um pouco confusa, necessitando reler alguns pedaços para interpretar a conexão dos fatos. Romy e Rayene deixam as cenas mais interessantes enquanto o resto do livro se desenvolve tépido, com Ever cometendo as suas costumeiras burrices inaceitáveis e Damen ironicamente querendo deixar de interferir na vida de sua amada após passar séculos fazendo isso.

Realmente não me sinto atraída a concluir a leitura da série. Portanto irei dar um tempo, lerei outros livros e depois retornarei a ela para compartilhar a minha opinião com vocês.

Avaliação da blogueira:

Gostou? Demonstre gratidão:

Deixe uma resposta