Resenha: Super Desapegada

Título: Super Desapegada

Autora: Jaqueline de Marco

Sinopse: Raquel faz o maior sucesso na internet. Seu blog “Super Desapegada” motiva mulheres a se valorizarem e prega a autoestima sem a presença constante e essencial de um companheiro. Mas fora da web, Raquel não é tão descolada assim… Ela sempre teve um amor platônico por seu melhor amigo de infância, Alan. Mas no aniversário de 30 anos de Raquel, ela descobre que ele está noivo de Bianca, a irmã caçula de seu rival nos tempos de escola, Eric. Para conseguir acabar com o casamento, e conquistar de vez seu grande amor, Raquel precisa se aliar ao sarcástico Eric. Mas logo ela começa a perceber que a união pode render muito mais do que ela imaginava e a aprender que para praticar o tão estimado “desapego” é preciso abrir seu coração para novas experiências… e quem sabe para um novo amor.

Confesso que comprei o livro há alguns meses, mais exatamente no início de janeiro, e iniciei a leitura recentemente. O que tenho a dizer sobre isso? Estou realmente arrependida por só ter lido agora.

O livro é simplesmente um máximo!!! E logo de cara vemos que a autora ou possui conhecimento na área de informática e tecnologia ou pesquisou muito para desenvolver o livro, pois nota-se que a descrição do ambiente de trabalho da empresa de Éric é muito antenada… Os jargões utilizados pelos personagens, suas características, as funções de cada um deles e o ambiente de trabalho descontraído (comparado a uma empresa da área) são muito concisos.

A leitura é tranquila, romântica, descontraída e com algumas pitadas de humor, um verdadeiro chick lit!

“Mas logo Raquel percebeu que, apesar [de] ser considerado condenável bater em alguém de óculos, lançar peças de videogame em sua direção era aceitável já que ninguém reclamou.”

“Com sarcasmo, Raquel pensou o que tinha feito para, do dia para noite, ter se tornado o ‘ouvido amigo’ de todo mundo.”

Além disso, alguns trechos da história são em formato de posts, postagens feitas pela personagem principal, Raquel, em seu blog Super Desapegada, onde fala sobre desapegos do coração, ajudando várias leitoras que vivem histórias parecidas com a dela. De acordo a história vai fluindo, podemos notar que as vezes somos traídos pelos nossos próprios sentimentos e nos apegamos a algo ou alguém da forma que não deveríamos.

E embora tenha achado o livro em geral perfeito, se eu pudesse mudar algo, inverteria o capítulo 14 e o 15. Em algumas partes da história os capítulos são narrados do ponto de vista de alguns personagens em especifico e nos capítulos em questão, são narrados respectivamente o ponto de vista de Raquel e Eric. Eu particularmente acho que se a autora tivesse exposto o ponto de vista de Eric antes do de Raquel levaria os leitores a loucura! #dica

E se você ficou curiosa(o) para saber mais sobre Super Desapegada, corre lá na Amazon ou no Clube dos Autores garantir o seu exemplar, pois a versão resenhada neste post sairá de linha semana que vem, uma vez que a autora fechou parceria com a Editora Draco e uma nova tiragem do livro será lançada no ano que vem.

Se a primeira versão já é o máximo, esperamos muito mais da segunda. Então, vamos aguardar.

Beijinhos.

 

Gostou? Demonstre gratidão:

6 comentários sobre “Resenha: Super Desapegada

  1. Lena, que resenha mais linda! Adorei tudo! Inclusive sua sugestão de troca de ordem de um capítulo… Vou sugerir esta mudança para a próxima edição. 😉
    Muito obrigada por todo carinho! E parabéns pelo blog, é delicioso navegar por ele.
    Beijos! Fica com Deus! S2

    1. Oiii Jaque!
      Que bom que você adorou a resenha!
      Me sinto honrada por você pensar carinhosamente na minha sugestão. Acredito que ela trará um suspense a mais para história.
      Fico feliz por você ter gostado do blog tanto quanto da resenha 😀
      Beijos, linda! Fica com Deus também!
      Sucesso!!! :*

Deixe uma resposta