Resenha: O Príncipe Gato – Livro 1: e a Ampulheta do tempo

Título: O Príncipe Gato e a Ampulheta do tempo
Autor: Bento de Luca
Editora: Novo Século
Nota: 5/5 ♥

Sinopse:   Através de um Buraco de Minhoca – túnel dimensional que interliga dois mundos – localizado no Parque do Trianon, São Paulo, surge um viajante felino movido por uma única e importantíssima missão: a busca por uma lendária ampulheta. Escondida em algum local inóspito da cidade, a relíquia é a única capaz de salvar Marshmallow, terra do Príncipe Gato, que está à beira da destruição. No entanto, parece que ele não foi o único a atravessar o portal. Seres malignos irromperam das barreiras e logo declararam uma caçada voraz, com objetivos mais sombrios… Além de seus perseguidores, o gato luta contra seu maior inimigo: o Tempo. É preciso encontrar o objeto antes que seja tarde e seu mundo esteja para sempre perdido. Contudo, ele não estará sozinho nesta empreitada e poderá contar com a ajuda de seus fiéis companheiros. Fascinante, angustiante e até mesmo engraçada, a estória retrata os mistérios jamais desvendados da cidade paulistana, com um toque de magia e esperança.

Finalmente consegui ler esse tão esperado livro (eeeeeeeeeeeee); demorou um pouco, mas aqui está a resenha, espero que gostem 😀

O livro O Príncipe Gato e a Ampulheta do Tempo é narrado em 1º pessoa pelo Hugo, só que lá pela metade do livro somos presenteados por capítulos narrados pelo Príncipe Gato e também pelo Eleanor; o livro foi muito bem escrito e a linguagem é simples e muito fluída, me prendi na história logo na primeira página, sem falar que essa capa é perfeita, bem como toda a diagramação do livro <3

Hugo é um jovem paulistano que atualmente mora sozinho num apartamento, solitário, melancólico, vive sempre pensando em sua amada e nos tempos em que passaram juntos, só que sua vida está para mudar…

Um certo dia ao visitar uma livraria, na parte de livros raros, acaba deparando com uma cena muito inusitada: um gato grande está sentado no chão folheando um livro, assustado o rapaz fecha a porta da sala e abre novamente, já imaginando estar com suas faculdades mentais comprometidas, e de fato ele não encontra mais o gato.

Sua vida começa mudar de forma muito rápida; já em seu apartamento encontra um bilhete, prendido com uma faca em sua parede, pedindo que Hugo vá encontrá-lo se quiser recuperar algo de valor, e é exatamente o que o rapaz faz.

“Tenho algo que lhe pertence. Algo de valor. Se quiser recuperar encontre-me às 23h45 no Parque do Trianon, ao lado da fonte. Não chame a atenção de ninguém, muito menos avise onde estará. Cuidado ao tomar suas decisões. Podem ser fatais.” Página 22

Ao chegar ao local mencionado Hugo encontra nada mais nada menos do que o gato que viu na livraria, que logo se identifica como o Príncipe Gato, do reino de Marshmallow. O gato resolve fazer uma proposta em troca do tesouro de Hugo, para tanto o jovem terá que ajudar o Príncipe a achar uma relíquia, denominada Ampulheta do Tempo, que é a única capaz de salvar o reino de Marshmallow, que está a ponto de ser destruído; aceitando o desafio Hugo e o Príncipe Gato passarão por poucas e boas para conseguir alcançar os seus objetivos, inclusive terão que lutar contra forças obscuras, os feiticeiros de Marshmallow, mas por sorte contarão com a valiosa ajuda de Eleanor.

Fiquei muito encantada com esse livro, ele é perfeito, já é um dos meus favoritos <3 O livro é recheado de humor; a princípio o Príncipe Gato e o Hugo vivem uma história de amor e ódio, é muito engraçado ver eles brigando; cada personagem tem personalidade e características fortes e marcantes, como o Hugo ter olhos coloridos — um castanho e o outro verde — assim como o gato (só que ao contrário); sem falar que é muito bom ver lindas histórias se passando aqui no Brasil, mais especificamente na grande São Paulo.

Para completar ainda mais, esse livro tem extras, mostrando alguns capítulos pela visão de outros personagens, deixando a história ainda mais completa, o que me deixou ainda mais encantada; o livro que li é a 1º edição e pretendo descobrir o que a 2º edição tem de diferente, se você sabe me conte ai nos comentários 😀

O desfecho do livro é surpreendente, e já estou louca para ler o segundo livro “O Príncipe Gato e a flor cadáver”, o que posso adiantar é que Hugo esconde um segredinho que, apesar de ser revelado ainda no meio do livro, vai fazer uma grande diferença na história 😛

Resumindo, livro muito bom, independente da idade, vai fazer você rir, chorar e torcer muiiiito para a missão super secreta do Príncipe Gato dar certo. Recomendadíssimo!!!

Beijos e até breve!!

PS: Farei um post com alguns quotes do livro e trilha sonora *-*, aguardem!!

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

4 comentários sobre “Resenha: O Príncipe Gato – Livro 1: e a Ampulheta do tempo

  1. o 1 ° é esse de capa preta estou querendo comprar mais não sei qual é o 1° , 2° eo 3°.
    me ajude por favor

    1. Oi Carlos, o primeiro é esse de capa preta “O Príncipe Gato e a Ampulheta do tempo”, você pode encontrá-lo em duas edições, sendo que a diferença entre elas é o extra adicionado na segunda edição :D; o segundo livro é “O Príncipe Gato e a Flor-Cadáver” e o terceiro e último é o “O Príncipe Gato e a Armada da Noite”. Tenha uma boa leitura >.<
      beijinhos

Deixe uma resposta