Resenha: A Ascensão do Governador

Título: The Walking Dead – A Ascensão do Governador

Autor: Robert Kirkman e Jay Bonansinga

Editora: Galera Record

Páginas: 361

Edição: 2012

Nota: 5/5

Sinopse: No universo de The Walking Dead não existe vilão maior do que o Governador, o déspota que comanda a cidade de Woodbury. Eleito pela revista americana Wizard como “Vilão do ano”, ele é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos.
Neste romance os fãs irão descobrir como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Para isso, é preciso conhecer a história de Phillip Blake, sua filha Penny e seu irmão Brian que, com outros dois amigos, irão cruzar cidades desoladas pelo apocalipse zumbi em busca da salvação.
Originalmente, The Walking Dead é uma série de quadrinhos publicada desde 2003 e vencedora do Eisner Award.
Em 2010, os quadrinhos foram adaptados para o seriado homônimo The Walking Dead já bateu diversos recordes de audiência nos Estados Unidos e foi finalista em várias categorias no 68º Golden Globe Awards, incluindo Melhor Série Dramática de TV.

Uáu! Caramba. É emoção demais!

A Ascensão do Governador fez o meu estômago revirar nauseado com tamanha carnificina, brutalidade e insanidade dos personagens descritos na trama. É o fim do mundo, eu sei! O que eu estava esperando que fosse acontecer???

Estava esperando que o livro fosse bem parecido com o seriado homônimo e que a história se desenvolvesse bem enjoativa e até mesmo chata para quem está roendo as unhas para assistir a próxima temporada. Mas não.

O livro que é escrito em terceira pessoa onisciente, relata a trajetória de Brian Blake durante o apocalipse zumbi, e de acordo a história progride o leitor vai descobrindo como Brian vivia antes dos Mordedores aparecerem e como o acaso juntou-o com o grupo, este formado por Philip (seu irmão), Penny (sua sobrinha) Bobby e Nick (ambos amigos de Philip).

O grupo em questão tenta se estabelecer em Wiltshire Estates, mas após perderem um dos integrantes partem em caminho de Atlanta, onde os rumores dizem existir uma comunidade na qual poderiam se proteger até que a praga se abrandasse.

Em meio ao caos novos personagens surgem e uma fagulha de esperança volta a se ascender… Porém um romance começa a florescer desencadeando vários acontecimentos macabros e doentios…

Confesso que no fundo várias vezes senti vontade de parar de ler. Eu sabia que não precisava visualizar todas aquelas cenas incomodas em minha mente… Mas a trama se desenvolve de uma maneira tão audaciosa que me senti presa. Eu precisava saber o que iria acontecer no momento seguinte! O que iria ser de cada um dos personagens? Eles iriam pagar pelas atrocidades que estavam cometendo? Ao menos iriam sobreviver? E os tais Mordedores, o que realmente eram? Era uma doença? Isso teria uma cura? Por que começaram a surgir? 

Fonte: imagem

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

2 comentários sobre “Resenha: A Ascensão do Governador

  1. Eu amo TWD, ainda não li o livro… não sei se tenho interesse, apesar ser um diferente do seriado como comentou.
    Talvez um dia eu leia!
    Parabéns pela resenha e pelo blog..
    Abraços!!

    1. Obrigada Leonardo 😀
      O livro é surpreendente, arrisco dizer que tem uma história até melhor que a do seriado. É uma leitura para não se arrepender.
      Abraços.

Deixe uma resposta