lietome

Lie to me: É possível aprender sobre linguagem corporal apenas assistindo a série?

Read this post in English

Lie to me é uma série norte-americana que conta sobre Cal Lightman (Tim Roth), um especialista em detectar fraudes que é capaz de descobrir se uma pessoa está mentindo através dos gestos feitos com as mãos e pelos sinais de expressão exibidos através da face.

Inspirada nas descobertas cientificas do Dr. Paul Ekman, um notável psicólogo que foi nomeado pela Associação Americana de Psicologia no ano de 2009 como um dos psicólogos mais influentes do século 20 e uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Envolvente, perspicaz e curiosa, a série que em português se chama Engana-me se puder, faz com que alguns de seus fãs acreditem que a colaboração de Ekman a tenha tornado 100% cientifica, mas será que é possível aprender linguagem corporal apenas assistindo Lie to me?

Certamente que não, uma vez que se trata de ficção e os episódios são curtos demais para expor tudo o que seja necessário ao aprendizado. E além disto, de acordo com a Ibralc existem algumas doenças que paralisam os músculos do rosto dificultando e em alguns casos sanando quaisquer sinais de expressão reproduzidos pela face, o que torna a prática bem mais complicada do que demonstram na série.

Na vida real para realizar uma leitura corporal é fundamental considerar o ambiente ao seu redor e seu grau de afinidade com a pessoa a ser analisada afim de observar se os gestos desta pessoa condiz com a situação em que ela está, sem deixar que os seus sentimos (amor, ódio…) por ela interfiram no julgamento.

A Quinésica ou Kinésica é o ramo da ciência que estuda a linguagem corporal, uma forma de comunicação não-verbal constantemente usada pelo homem e pouco notada por seus utilizadores. Saber interpretar a linguagem corporal é muito importante para entender as outras pessoas e saber quando estão ou não tentando ludibriar, porém é igualmente valiosa para comunicar-se corretamente e passar uma boa imagem de si mesmo.

Com a função de demonstrar os reais sentimentos do indivíduo, as expressões faciais somam um total de 200 cientificamente conhecidas, no entanto poucas delas são usadas com mais frequência. E sabe-se também que ao contar uma mentira, o indivíduo geralmente tenta reproduzir gestos para encobrir sua culpa, os quais contabilizam em mais de 50, apesar de apenas 7 deles estarem entre os mais utilizados.

Sabendo da complexidade do assunto, aqueles que ainda quiserem se especializar em linguagem corporal devem seguir na área de Psicologia e realizar cursos de capacitação, além de buscar por leituras complementares como: A linguagem das emoções, de Paul Ekman, e Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal – e é claro, se dedicar bastante.

Referências: Paul Ekman, Lie to me, Lambent, Ibralc e Prezi

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

Deixe uma resposta