joia-feita-de-bomba-article 22

Restos de bombas são derretidos para fazer Jóias

Article 22 emprega artesãos em Laos para produzir jóias a partir de bombas lançadas durante a Guerra do Vietnã. 

joia feita de bomba
Reprodução: Brincos da Article 22

A empresa, Article 22 , que leva o nome de um dos artigos da Declaração dos Direitos Humanos das Nações Unidas de 1948, emprega artesãos locais que transformam restos de bombas, aviões e sucatas em pulseiras, colares e brincos.

joia feita de bomba
Reprodução: Jóia Article 22

Fundada em 2012 pela americana, Elizabeth Suda, e pela parisiense, Camille Hautefort, a Article 22 vende seus produtos on-line e distribui para 150 pequenos parceiros em todo o mundo, sendo reconhecida por consumidores globais e pela imprensa como pioneira na transformação de armas em jóias.

criadoras da article 22
Elizabeth Suda, à esquerda, e Camille Hautefort, à direita, criadoras da Article 22.

As duas mulheres criam os desenhos de jóias, e seus especialistas em Laos obtém os materiais para que os artesãos possam produzir os acessórios. Uma vez que uma bomba é destruída, os restos pertencem automaticamente aos donos das terras em que elas caíram. Sendo assim a maioria dos proprietários vendem os destroços para fundições próximas, das quais o Article 22 compra.

joia feita de bomba
Reprodução: Colares Article 22

As criações da coleção Peacebomb custam em torno de $ 20 à $ 2.000 e 10 % da renda da empresa são doados para um Fundo de Desenvolvimento em Laos, que oferece às pessoas carentes acesso a eletricidade, micro-empréstimos para gado e outros investimentos à pequenas empresas, transformando algo negativo em algo positivo.

Gostou? Demonstre gratidão:

2 comentários sobre “Restos de bombas são derretidos para fazer Jóias

    1. Muito criativa né?! Ultimamente estou curtindo muito essas ideias sustentáveis e essas jóias são realmente maravilhosas. Sim, vamos torcer por mais pessoas assim, o mundo precisa <3
      Beijos

Deixe uma resposta