bom ouvinte

7 Dicas para se tornar um bom ouvinte

A maioria das pessoas pensa que estão sendo úteis oferecendo grandes explicações quando na verdade estariam sendo muito mais prestativas se deixassem o outro falar e ouvisse com atenção. Um ouvinte ativo faz a outra pessoa sentir-se bem consigo mesma e consequentemente com ele.

No entanto ouvir bem não se trata de olhar as pessoas nos olhos enquanto se prepara para o que irá responder e muito menos ficar balançando a cabeça fingindo que se importa.

Então como ser um ouvinte ativo?

1. Guardando o seu celular

Mexer no celular enquanto a outra pessoa fala é a maneira mais óbvia de demonstrar à alguém que você não está prestando atenção e não tem interesse no que ela esta falando. Vamos encarar isto, os celulares são uma grande distração. Não só quando estamos usando ele, mas só a sua pura presença serve de distração (o pensamento e as vezes até o olhar ficam fixados no aparelho esperando mensagens e notificações de amigos e familiares, curtidas nas redes sociais e etc).

Então a primeira coisa que você deve fazer para se tornar um bom ouvinte é colocar seu celular no bolso e esquecer dele durante a conversa. Isso lhe dará uma chance de aproveitar a vida offline.

2. Fazendo contato visual

Os olhos dos homens conversam tanto quanto suas línguas – Ralph Waldo Emerson

Através do contato visual as pessoas avaliam sua sinceridade, inteligência e suas emoções… Portanto não manter este contato faz com que você pareça frio, distante ou dependendo da situação pode dar a impressão de que esteja envergonhado ou até mesmo mentindo.

No entanto é essencial evitar olhares prolongados (ficar encarando a pessoa) pois fazer isto só significa duas coisas: ou você está bravo com a pessoa ou está apaixonado por ela. Este olhar prolongado somado com as suas expressões faciais determinará para que lado a confusão irá pender…

Depois destas informações você deve estar se perguntando qual a duração correta… Acontece que isto varia de pessoa para pessoa e também depende do seu grau de intimidade com ela. Mas em geral é considerado estranho manter contato visual por mais de 3 segundos.

3. Usando uma linguagem corporal positiva

Para ser um bom ouvinte é imprescindível demonstrar interesse e para isto é preciso saber quais os gestos não verbais transparecem esse estado de espírito.

Alias não ter conhecimento dos significados dos próprios gestos pode fazê-lo parecer confuso e nervoso sob o ponto de vista dos outros.

Gestos não verbais que demonstram interesse

  • inclinar ligeiramente a cabeça
  • balançar levemente a cabeça anuindo
  • manter a postura relaxada
  • inclinar o corpo levemente para frente
  • refletir os movimentos da outra pessoa
  • deixar as mãos abertas
  • conservar as pernas descruzadas

4. Fingindo que tem todo o tempo do mundo

Ninguém gosta de conversar com uma pessoa que não tira os olhos do relógio ou pior, do visor do celular para verificar o horário. Muito menos daquela pessoa que chega está sacudindo o pé e revirando os olhos de tanta impaciência…

Se a pessoa ainda está falando com você nesta situação provavelmente é um assunto importante para ela. Seja empatico.

5. Nunca interrompendo

Não interrompa as pessoas ou tente adivinhar e concluir suas frases. Este hábito além de manifestar falta de atenção demonstra que você está ansioso para que a outra pessoa termine de falar para você poder pesar com sua opinião.

Ao interromper, você imediatamente é visto como uma pessoa egocêntrica e desinteressada.

6. Fazendo anotações

As anotações não são apenas para a escola, elas também são incrivelmente úteis no local de trabalho. 

Quando você tira um caderno e escreve o que alguém está dizendo, você vai guardar a informação com mais facilidade e consequentemente demonstrar-se interessado em executar bem o que lhe fora ensinado ou requisitado. 

7. Fazendo perguntas

Sempre que possível faça perguntas depois que alguém terminar de falar. Seja em uma reunião, depois de uma apresentação ou após um amigo/familiar contar uma história… Quando você faz uma pergunta, você mostra que está realmente envolvido com o que a pessoa está falando.

E além de mostrar que você ouviu o tempo todo, isso também vai ajudar a desenvolver um bom relacionamento com o interlocutor – que talvez seja o seu chefe, por exemplo. Isso remete ao item 4: enquanto alguém fala, tome notas sobre questões potenciais. Basta lembrar que não há perguntas estúpidas se você foi um bom ouvinte.

Se achar difícil adquirir hábitos positivos tente iniciar eliminando os maus hábitos de escuta que você possa ter adquirido ao longo dos anos pois ouvir ativamente trás diversos benefícios, entre eles: a diminuição de falhas na comunicação, erros e mal entendidos.

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

Deixe uma resposta