filme brilho eterno de uma mente sem lembrança
Filmes

Brilho eterno de uma mente sem lembranças

Sinopese: Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) formavam um casal que durante anos tentaram fazer com que o relacionamento desse certo. Desiludida com o fracasso, Clementine decide esquecer Joel para sempre e, para tanto, aceita se submeter a um tratamento experimental, que retira de sua memória os momentos vividos com ele. Após saber de sua atitude Joel entra em depressão, frustrado por ainda estar apaixonado por alguém que quer esquecê-lo. Decidido a superar a questão, Joel também se submete ao tratamento experimental. Porém ele acaba desistindo de tentar esquecê-la e começa a encaixar Clementine em momentos de sua memória os quais ela não participa.
Ano: 2004 Direção: Michel Gondry Gêneros: Comédia dramática, Ficção científica

Em um apertado conjunto de salas, com equipamentos tecnológicos de qualidade duvidosa, funciona a Lacuna Inc., uma empresa que oferece a possibilidade de uma nova vida para seus clientes…

O serviço oferecido pela Lacuna Inc. consiste em apagar as lembranças indesejadas narradas pelo paciente, identificá-las e apagá-las para sempre, deixando uma lacuna no conjunto de sua memória.

joel e clementine brilho eterno de uma mente sem lembrança
Reprodução

Ao longo do filme o telespectador acompanha a trajetória de Joel Barrish (Jim Carrey) e Clementine Krzucinski (Kate Winslet), um casal que após vários conflitos, decide solicitar os serviços da Lacuna Inc., para livrar-sem das memórias relacionadas ao outro.

jim carrey brilho eterno de uma mente sem lembrança
Reprodução

A maior parte do filme ocorre dentro da memória de Joel que, ao perceber o quanto as suas lembranças eram valiosas, ainda que lhe causassem sofrimento, inicia uma luta contra os técnicos da Lacuna Inc. que estão tentando apagá-las.

brilho eterno de uma mente sem lembrança
Reprodução

Baseado no poema “Eloisa to Abelardo” de Alexander Pope, Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças foi originalmente filmado em 1998 porém devido a semelhança com o filme Amnésia, seu lançamento foi adiado para 2004,  recebendo duas indicações para o Oscar em 2005 e levando o prêmio de melhor roteiro original para Charlie Kaufman e Pierre Bismuth.

“Quão feliz é o destino de um inocente sem culpa, esquecendo o mundo e sendo por ele esquecido. Brilho eterno de uma mente sem lembranças. Toda prece é ouvida, toda graça se alcança” –  Eloisa to Abelard, de Alexander Pope.

Outro fato interessante a cerca do filme, está relacionado ao protagonista, que era inicialmente seria interpretado por Nicolas Cage antes é claro de Jim Carrey surpreender com uma atuação hábil e versátil.

Fashion Blogging formada pelo Centro Universitário Belas Artes, tecnóloga em Sistemas para Internet pela Fatec e Especialista em Produção de Conteúdo para Web certificada pela Rock Content

Deixe uma resposta