A Jornada da Heroína de Maureen Murdock simplificada

a jornada da heroina de maureen murdock simplificada

A sociedade contemporânea vive um momento bastante delicado em relação ao equilíbrio entre o feminino e o masculino. Existe uma necessidade urgente de resgatar a força que o feminino evoca e a cura de suas características dentro de nós é um caminho para a evolução da sociedade como um todo.

Caminho este demonstrado no livro The Heroine’s Journey: Woman’s Quest for Wholeness da psicoterapeuta Maureen Murdock. Ao longo desta obra ela aborda em detalhes a Jornada da Heroína, também conhecida como Jornada do Guerreiro Espiritual, um modelo cíclico de desenvolvimento humano a fim de alcançar a plenitude.

Assim como prega a filosofia taioista, Maureen constata que as forças do feminino e do masculino existem dentro de todos nós, homens e mulheres. No entanto, um desequilíbrio criou raízes nas estruturas sociais e contaminou a consciência das pessoas com medo, ódio e agressividade — o que também distorceu os arquétipos do inconsciente coletivo.

A distorção do arquétipo feminino causa vitimização, submissão, carência, dependência e complexo de inferioridade. Enquanto a distorção do arquétipo masculino traz perfeccionismo, frieza, agressividade e violência.

O masculino é uma força arquetípica; Não é um gênero. Assim como o feminino é uma força criativa que vive dentro de todos os homens e mulheres. Quando torna-se desequilibrado e não relacionado a vida se torna combativo, crítico e destrutivo. Ele pode até ser frio e desumano, exige perfeição, controle e dominação. Nada é bom o suficiente.

Murdock aborda o assunto em seu livro focando bastante no ponto de vista das mulheres, já que a obra é uma resposta ao livro O herói de mil faces de Joseph Campbell. Ainda assim não deixa de ser uma obra muito útil para todos os gêneros.

O feminino s e manifesta como aceitação, cooperação, gentileza e receptividade. O masculino como ação e realização.

Como Maureen observa, o homem também sofre opressões, já que desde muitíssimo cedo ele é instruído e cobrado a ignorar suas próprias emoções, engolir o choro, demonstrar força física e valentia, sendo ridicularizado até mesmo por mulheres caso tenha dificuldades para atender os requisitos do que é considerado aceitável para um macho numa sociedade patriarcal.

Sim, embora possa parecer estranho para algumas pessoas, a psicoterapeuta chama atenção em seu livro para o machismo expresso nas mulheres contra si mesmas, contra outra outras mulheres e contra homens. Todos sem exceção precisam acessar os sentimentos, expor as emoções, reconhecer suas vitórias e suas falhas, aceitar a si mesmo e ao próximo assim como é, manifestar gentileza e cooperação a fim de ter aperfeiçoamento psíquico espiritual, reforçando uma sociedade baseada no coletivo, nos princípios de empatia e compaixão pelo outro.

jornada da heroina maureen murdock pdf
Referências:

The Heroine’s Journey: Woman’s Quest for Wholeness (English Edition) — Maureen Murdock

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support