Você está lendo

15 Motivos pelos quais você não deve ignorar a moda

15 Motivos pelos quais você não deve ignorar a moda

15 Motivos pelos quais você não deve ignorar a moda

Conhece, primeiro, quem és; depois, adorna-te em conformidade com isso. – EPITETO

A moda é algo tão presente na vida moderna que muitos a vêem com superficialidade e até mesmo com certa desvalorização, ignorando o fato de que um estudo profundo sobre a moda contribui para autocompreensão. Como citado no artigo 5 Projetos de Moda Solidária, a simples escolha de uma roupa engloba fatores psicológicos, socioeconômicos e culturais, então para aqueles que ainda consideram o assunto sem substância e seriedade vou expor 15 motivos pelos quais não se deve ignorar a moda:

1 . A moda nasceu juntamente com uma nova classe social, a burguesia, através do seu desejo de expressar situação social, prestígio e poder.

2 . À medida que a sociedade se transforma, os indivíduos se transformam, demonstrando sua nova identidade através da moda.

3 . A moda afeta a atitude da maioria das pessoas em relação a si mesmas e aos outros. Muitas delas negariam isso, mas essa negativa é normalmente desmentida por seus próprios hábitos de consumo

4 . Editoriais de moda vendem muito mais que roupas, vendem estilo de vida ( e até mesmo a ilusão de pertencimento).

5 . A moda está ligada a assuntos como indumentária, decoração, relacionamentos, viagens, carreira, beleza e tecnologia. Oferecendo desta forma significações de um modelo ideal que deve ser seguido, passando a tratar menos de roupas e mais de conceitos e idéias, invadindo a vida do sujeito (estando este consciente ou não disto).

6 . Segundo Lipovétsky, em épocas anteriores na história da humanidade o sujeito tinha sua identidade pré estabelecida por seu local de nascimento e classe a que pertencia. Hoje a liberdade de escolha do próprio vestuário reflete uma multiplicidade dentro do próprio sujeito.

7 . As imagens de moda acompanham o pensamento e os modelos identificatórios da época.

8 . O termo “mudança” não é o suficiente para descrever moda, pois tudo muda, mas nem tudo que muda necessariamente vira moda.

9 . A moda não precisa de fato introduzir um objeto novo, ela pode dizer respeito igualmente ao que não se está usando, como quando se tornou moda não usar chapéu.

10 . Moda pode ser definida como todo o espectro de estilos de roupa atraentes em qualquer tempo, incluindo “a alta costura, todas as formas de antimoda e não moda, e as roupas e acessórios daqueles que afirmam não ter nenhum interesse por moda”.

11 . A moda é um sistema que acompanha o vestuário e o tempo, que integra o simples uso das roupas no dia-a-dia a um contexto maior, político, social, sociológico.

12 . O real desafio para os consumidores, não consiste em ter roupas “na moda” mas em decidir que estilo querem seguir.

13 . As roupas são nosso vocabulário visual.

14 . As roupas exibidas nas semanas de moda são inspirações do que está sendo usado nas ruas das metrópoles

15 . A moda muda, através das roupas, a nossa visão do mundo e a visão que o mundo tem de nós.