Se for te fazer feliz… Faça!

Vivemos envoltos pelos valores alheios… Valores  que podem ser dos nossos familiares, amigos, colegas de escola, trabalho ou apenas conhecidos. Muitas vezes esses valores divergem dos nossos e algumas vezes ficamos intimidados com isto e então deixamos de fazer algo por medo do que os outros irão pensar ou dizer.

CYMERA_20150824_211744

E a situação torna-se mais difícil quando essas pessoas são muito importantes para nós, seja sentimentalmente ou dependentemente… Assim deixamos de ouvir aquela música que tanto gostamos porque ela é “demoníaca”, porque ela tem uma letra muito “vulgar”, porque é de “corno manso” ou de “bitolado religioso”. Deixamos de vestir aquela roupa que amamos e compramos porque ela “não fica bem”, porque te deixa com “cara de biscate” ou porque te faz ficar “dez anos mais velha”. Abandonamos aquele sapato estiloso no armário porque “compramos para ir no show da Lady Gaga”. Não pintamos o cabelo de loiro, rosa, azul, vermelho, lilás ou de todas as cores juntas porque “não somos animes”. Paramos de usar maquiagem e esmaltes escuros porque é “coisa de mulher que não se preza”, “extravagante demais” e etc… E assim, deixamos de fazer várias coisas que nos faziam ou iriam nos fazer feliz e com o tempo deixamos de ser quem somos para ser quem os outros querem que sejamos. Continuar lendo “Se for te fazer feliz… Faça!”

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

Por pessoas mais humanas

Que mundo é esse onde sorrir se tornou uma obrigação?

As pessoas cobram dos outros coisas que não conseguem fazer. Somos pessoas e não robôs e o que nos diferencia do segundo grupo são as nossas emoções, nossas reações não programadas. Se alguém me maltratar eu não vou sorrir, talvez eu fique com cara de triste, de perplexa, talvez eu chore,  talvez eu grite, talvez eu revide, sou humana e se você está lendo isso também é; e assim como eu você não irá sorrir após ser maltratado, injustiçado ou estar em um dia ou situação difícil. Então pare de cobrar dos outros o que você não consegue fazer! Continuar lendo “Por pessoas mais humanas”

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

Todos eles são você

Talvez você não saiba, mas todas as histórias que eu escrevo são sobre você…
Inspiradas naquela música que você gostava de cantar e naquela outra que ouvíamos juntos repartindo o mesmo fone de ouvido enquanto esperávamos o ônibus chegar.

Sobre a primeira vez que a gente se viu. E sobre quando estudamos juntos meio que por acaso.
Sobre aquelas conversas bobas que tínhamos na sala de aula. Sobre quando eu te puxei pela orelha para você não faltar da escola.
Sobre como ficamos distantes um do outro depois que a escola acabou. E sobre quando nos reencontramos por acaso e só conseguimos nos despedir depois de arrumar uma desculpa qualquer para precisarmos entrar em contato novamente.  Continuar lendo “Todos eles são você”

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar:

Esta ação não poderá ser desfeita. Enter

Com muito receio adentrei o desconhecido pela primeira vez. Cada qual na sua máquina, completamente exaltado, curtia as sensações maravilhas que ela tinha a oferecer. Durante seis meses continuei a frequentar o lugar em companhia de uns chegados que já eram fregueses dali. No início fiquei com receio, apenas observando, mas depois experimentei.
vicio-redessociais
Foi uma viagem alucinante e eu não queria mais parar… Pouco depois eu já estava fissurada.
Não aguentava mais ter de esperar os chegados para começar a usar. Resolvi experimentar sozinha pela primeira vez.
Pedi uns trocados pros velhos dizendo que iria comprar balas no colégio e subi para o centro a procura de um fornecedor. Joguei sobre a mesa o suficiente para 1:20hs e me esparramei sobre a cadeira ansiosa pelo que viria a seguir.
Liguei o computador. Olhei em volta com receio. Será que alguém estava me observando? Será que eles podiam perceber que eu era uma newbie? Provavelmente não. A lan house estava completamente silenciosa. Cada uma viajando em uma máquina, completamente alheio da realidade.

Continuar lendo “Esta ação não poderá ser desfeita. Enter”

Gostou? Não esqueça de curtir e compartilhar: