Moby Dick

Indicado para: Desentorpecer as vistas curtas; desincentivar julgamentos precipitados, preconceitos e estereótipos; combater a ignorância, a falta de imaginação, o egoísmo, a superficialidade, a teimosia, o comodismo, a preguiça, a falta de curiosidade;

Efeitos secundários: Abertura e energização da mente; algum desassossego interior; introspeção; maior disposição para formular perguntas, explorar novos caminhos e partir à aventura;

Posologia: Reservar um dia de fim de semana ou de folga e ler na íntegra; por não haver risco de sobredosagem, repetir a leitura as vezes necessárias.

Sinopse

Inspirado pelas experiências pessoais do autor e por outros acontecimentos que marcaram o período, ‘Moby Dick’ tem também como base inspiradora a história do capitão George Pollard e de seu navio baleeiro ‘Essex’ que, em 1823, foi atingido por uma baleia antes de naufragar. Depois que o ‘Essex’ afundou, Pollard e sua tripulação boiaram no mar sem comida ou água por três meses, e recorreram ao canibalismo antes de serem resgatados. O narrador da história é Ismael, jovem aventureiro com experiência na marinha mercante, que por problemas financeiros decide voltar a navegar a bordo de um navio baleeiro, já que a riqueza com a caça de baleias era abundante. De igual forma se convence de que suas aventuras devem começar por Massachussets, região famosa por sua indústria baleeira. Antes de iniciar sua viagem inicia uma estranha amizade com um arpoeiro polinésio, Queequeg. Ambos seguem viagem no baleeiro ‘Pequod’, com uma tripulação formada pelas mais diversas nacionalidades e raças. O ‘Pequod’ é comandado pelo misterioso e autoritário capitão Ahab, um experiente marinheiro, cuja perna mutilada fora decepada por uma baleia. Depois de vários dias sem ser visto, o misterioso Ahab surge no convés e revela a sua tripulação que o objetivo primordial da viagem, além da caça às baleias em geral, é a perseguição tenaz à Moby Dick, enorme mostro marinho que o privou de sua perna e que possui a fama de causar estragos a vários baleeiros que, ousados ou imprudentemente, tentaram caçá-la.


Há diversos estudos científicos que demonstram que ler melhora a nossa saúde. Neste consultório, recheado de estantes, partilhamos consigo as nossas bulas literárias. Dentro dos livros, há remédios para todos os males. Encontre o mais adequado para si, atente aos efeitos secundários e siga a posologia recomendada. 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support